Desvende-me

Minha foto
Feira de Santana, Bahia, Brazil
Mestrando em Modelagem Computacional pela Faculdade SENAI CIMATEC, Especialista em Matemática Financeira e Estatística pela Universidade Cândido Mendes UCAM, PósGraduado em MBA em Gestão de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas FGV, formado em Matemática pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci UNIASSELVI e Técnico em Segurança do Trabalho pela Organização Tecnológica de Ensino OTE, professor dos cursos de Engenharia de Produção, Administração e Contabilidade da UNIRB.

Lattes - Currículo Profissional

Cadastre AQUI seu e-mail.

Total de visualizações de página.

Você está aqui . . .

O mundo nos visita.Tem acesso até no Japão! Veja aí:

free counters

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Como lidar com a falta de paciência - Luis Marins

Tenho a impressão de que as pessoas não sabem mais o que é paciência. Clientes, colegas de trabalho, chefes e subordinados, todos literalmente “perderam a paciência” e não sabem mais onde encontrá-la. Até nossos melhores amigos parecem tê-la perdido em algum lugar. Isso sem falar de nossos familiares. Maridos, esposas, filhos, noras, genros, cunhados, primos, tios, todos vivem numa impaciência sem limites. Onde foi parar a paciência das pessoas?

A paciência é uma virtude que não pode ser confundida com a tolerância excessiva, com a aceitação da falta de qualidade, com o não cumprimento do dever. Uma pessoa paciente não é aquela que aceita tudo. É aquela que tem domínio sobre o seu ser. Tanto é verdade que o contrário da paciência é a ira, a raiva, a falta de controle sobre suas emoções. E os melhores sinônimos da paciência são a serenidade e paz de espírito ou ainda a capacidade de resistência a influências externas e o domínio da própria vontade. Assim, quando digo que as pessoas estão “perdendo a paciência”, quero dizer que elas estão perdendo o controle sobre si mesmas e perdendo o domínio da própria vontade e se deixando levar pela emoção e não pela razão.

Benjamin Franklin afirmava que “quem tem paciência, obtém o que deseja” e Isaac Newton disse: “Se fiz descobertas valiosas, foi mais por ter paciência do que qualquer outro talento”.

A paciência é, pois, uma virtude que deve ser cultivada pelas pessoas. Ela pressupõe um exercício constante de empatia – ou seja – de se colocar no lugar das outras pessoas. Requer a humildade para respeitar opiniões alheias mesmo que delas discordando. E para viver com saúde e qualidade nos dias de grande mudança em que vivemos é preciso muita paciência.

(Luis Marins)

Um comentário:

  1. Adoreeeiiiiii,realmente sem paciência ñ chegaremos a lugar nenhum.
    Abraços!!!
    Anjo

    ResponderExcluir